sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Pescando no parque São Jose

Olá amigos:
Desde de agosto, após o falecimento de minha esposa, para suportar a solidão, comecei indo pescar diariamente no parque São José, antigo PAVOC.
Naquele local, não só eu, mas outros pescadores comparecem para arriscar a sorte, especialmente meus companheiros Casimiro e o Carlito ( vulgo mosquito).
Por incrível que pareça, tem manhãs que não nos damos bem, mas em outras dependendo do local, dá para capturar entre 10 a 20 tilápias, a maioria de uns 10 centímetros e raramente algumas de palmo de comprimento.
A isca que usamos é o milho verde tamanho médio .
Quanto as  linhas são no diâmetro 20 ou 25mm e o anzol um pouco maior que os de lambari com peninhas ou boinhas pequenas e chumbo de peso proporcional às mesmas.
Cada um de nós tem seu pesqueiro preferido, então é preciso cevar o local sem exagerar com milho verde picado e um tanto de ração de coelho ou de peixe em cada pescaria;
Percebi ao longo das pescarias que o comprimento das varas não devem ultrapassar os 4 metros e em alguns dias, as ações dos peixes são nas varas de 3 metros e pelo menos duas delas armadas um metro do barranco.
A grande dificuldade na maioria dos pesqueiros é o vento que começa a soprar em torno das 10 horas da manhã, mas quando os peixes estão ativos ele não atrapalha.
A vantagem de pescar no parque é que é fácil estacionar e levar as tralhas de pesca numa distância máxima de 500 metros até os pesqueiros, os quais são limpos e com os gramados bem aparados pelos pessoas da prefeitura.
O Carlito e o Casimiro em ocasiões diferentes já capturaram "carpas capim" de até 8 quilos e muitos pegam traíras armando linhadas de mão com tilapinhas miúdas.
É de conhecimento dos frequentadores que será possível capturar tilápias de bom porte a partir de dezembro especialmente na pesca noturna, portanto, todos nós estamos aguardando a chegada deste mês.
O grande barato ( barato mesmo) é que para pescar no local, no meu caso, gasto apenas um litro de gasolina e nada de pagar entradas e se as coisas acontecerem conforme o previsto, de dezembro em diante, possivelmente não valerá a penas ir ao capivari, se considerar o gasto para tanto.
Então, para quem não tem nada a fazer em casa, vou ao parque no mínimo para passar o tempo em minha viuvez.
Abraços.

4 comentários:

  1. Meus pêsames marcos,bom saber que no parque pode pescar nao sabia vou la talvez semana que vem valeu pelas dicas

    ResponderExcluir